Era junho do sagrado ano de Cristo de 2013. Uma multidão vai as ruas exigindo que a passagem do ônibus não fosse aumentada.

{{Em inglês, que é muito mais CHIC}}

As reivindicações, justas, referiam-se ao mal serviço prestado pelas empresas de ônibus em diversas cidades do país. Em São Paulo, como se sabe, as empresas financiam as campanhas {{não acredite em mim – TRE}}.

Bem, que a coisa descambou para um movimento totalmente despolitizado, com difusas reclamações, chegando ao seu ápice no ato fascista de espancamento de militantes partidários, isso já sabemos.

O que parece ainda mais incrível  INACREDITÁVEL é ver, pouco depois…

Faz todo sentido, realmente. Primeiro você protesta porque os ônibus são lentos, caros e desconfortáveis.

Depois você protesta contra faixas que dão quase 50% mais de velocidade aos ônibus {{não acredite em mim – Carta Capital}}

Mas isso ainda diz pouco, há muitos protestos na freguesia.

A Elite Paulistana, sempre a frente de seu tempo, já havia alertado para fatos mais periclitantes, como, por exemplo, a existência de uma estação de metrô, que todos sabemos, é extremamente prejudicial à população:

Ainda bem que podemos sempre contar com a alta estirpe para nos salvar desse tipo de roubada, não é mesmo?

É a mesma elite paulistana quem chama a atenção para outro absurdo. As ciclofaixas. Este blog, como se sabe, apoia firmemente o Licenciamento Obrigatório das Bikes, por motivos já explicados no link.

Mas é a voz da experiência, desse povo sofrido, quem argumenta de maneira irrepreensível! Veja:

Onde que essa gente sofrida vai parar a BMW, não é mesmo?? É por isso que a elite, unida, foi às ruas!

E imaginem os senhores e senhoras que por ventura saibam ler, que agora querem encher de filas e pessoas diferenciadas em outro local da cidade?

Imagine você que há um MUSEU no Jardim Europa?! Bairro mais que nobre, como o próprio nome diz, de inspiração singular e belíssimas pessoas.

Sorte nossa que a Elite pode nos salvar, não é mesmo?

{{não acredite em mim – Estadão }}

É, minha gente, é INACREDITÁVEL a sabedoria e isenção da Elite Paulistana.

E durmamos com este barulho.

Mas antes de dormir, uma festinha, porque ninguém é de ferro.